O R G O N i zando

Psicoterapia Corporal
e Orgonomia 
desde Wilhelm Reich

Pequeno guia para diferentes vertentes de
psicoterapia corporal

Veja a nosa página de links para as vertentes não citadas aqui.


Análise do Caráter - Wilhelm Reich
Massagem Biodinâmica - Gerda Boyesen
Bioenergética- Alexander Lowen
Biossíntese - David Boadella (in english too)
CrânioSacro - John Upledger
EMDR - Francine Shapiro
Hakomi - Ron Curtz
Haptonomia - F.Veldman
Healing -
Massagem Reichiana - Blanca Rosa Añorve
Orgonoterapia - Wilhelm Reich
Psicologia Formativa - Stanley Keleman
Análise Psico-orgânica - Paul Boyesen
Radix - Charles Kelley
Vegetoterapia - Wilhelm Reich
Vegetoterapia Caracteroanalítica - Federico Navarro

linha

Análise do Caráter

texto de Frinea Brandão

Reich à partir da compreensão defensiva do caráter, desenvolveu uma metodologia técnica para a análise e a diminuição dos aspectos não saudáveis do caráter, ou seja dos aspectos defensivos. Chamou essa metodologia de análise do caráter. Ela consiste basicamente em: perceber a forma de comportamento do analisando, conscientizá-lo dos aspectos defensivos que mais lhe causam sofrimento. Essa conscientização se dá em três níveis básicos: o aspecto psíquico afetivo comportamental relacional, a contrapartida orgânica muscular ou seja, a correspondência da contração muscular e o estrangulamento energético-sexual. A partir daí emprega recursos técnicos para eliminar os focos de tensão e ajudar a transformar a contração crônica em mobilidade energética. Se o trabalho for bem sucedido o analisando adquire recursos próprios para evitar novo bloqueio formando uma auto-regulação energética. 

O Conceito de Caráter

Para Reich o caráter "consiste numa mudança crônica do ego que se pode descrever como um endurecimento" e é "um mecanismo de defesa narcisista".1 Define caráter como uma defesa narcísica contra o mundo externo, o ambiente, as relações pessoais. O caráter é portanto a forma por excelência de comportamento. É o que dá constituição aos nossos atos. É o nosso jeito de ser. E ainda é o que expressamos quando dizemos: "Eu sou tímida" ou "Eu não sou avarenta como você pensa".2

Do ponto de vista tópico o caráter faz parte do ego. Do ponto de vista dinâmico é uma defesa e um permanente conflito entre o narcisismo e a realidade. Conflito esse, na maioria das vezes, a nível inconsciente/pré-consciente. Do ponto de vista econômico se estrutura como uma blindagem psíquica. Ele imobiliza partes ou conforme o grau de exigência defensiva toma o lugar do ego, como em casos descritos pela psicanálise de patologias de caráter. Ainda do ponto de vista econômico, essa blindagem se expressa na musculatura, na rigidez ou flacidez muscular.

O caráter é percebido pelos gestos, pela forma, ou ainda pela intenção da forma. É movido pela energia interna adquirida das trocas energéticas com as relações afetivas. Funciona contraindo e expandindo, pulsando. Em situações de prazer essa blindagem se for móvel se expande, em situações de desprazer ela se contrai. 3

Quanto à origem: "a sua força e contínua razão de ser provêm dos conflitos vulgares entre o instinto e o mundo exterior."4 O caráter começa à partir dos primeiros entendimentos da criança à respeito do seu mundo. Ele se forma através da reação, frustração, tentativa de agradar a quem depende afetivamente. Isso pode se dar dentro do desenvolvimento libidinal no momento da terceira fase do complexo de Édipo, quando a criança começa a perceber o mundo à sua volta.

Suas principais funções são a defensiva e a adaptadora. A defensiva pode ser tanto a de contração no que diz respeito a medo (por exemplo contraimo-nos frente a um determinado perigo) ou expansão no que diz respeito à ternura (expandimo-nos frente a uma criança que nos toca afetivamente). Esse fenômeno defensivo, pode ir adquirindo formas menos diretas e mais e mais elaboradas de defesa. A função adaptadora depende do que Reich chamou "contato" , que seria uma forma integradora de interagir com o mundo. Se há essa integração há maior facilidade, mais prazer e mais expansão nas formas de relação. Exemplos seriam o de estarmos dançando com movimentos harmônicos e graciosos, ou o de nos defendermos de um perigo com sabedoria e destreza.

Citações
1 Reich, W. Análise do Caráter, pág. 203. Ed. Martins Fontes, 1972
2 idem pág. 205
3 idem pág. 188
4 idem pág. 188

Veja também:


 

 

Informações para Formação:
A formação em Análise do Caráter pode ser feita isoladamente, mas geralmente é parte integrante da formação em terapia reichiana ou

voltando ào Conteúdo
linha

Massagem Biodinâmica

texto de Silvana Sacharny

Criada nos anos 50 pela fisioterapeuta Gerda Boyesen, a massagem biodinâmica é um trabalho terapêutico cuja ação sobre o corpo ocasiona uma estimulação interna que permite o surgimento de afetos, imagens ou reações neuro-vegetativas.

A massagem visa a criação de um tempo de relaxamento - espaço terapêutico - permitindo a auto-regulação vegetativa do organismo baseada na função de dissolução do stress físico e emocional. A "digestão" do stress se dá através do psicoperistaltismo, que se refere à uma segunda função da atividade intestinal, isto é, a capacidade de regular e dissolver produtos de pressão e tensão emocional à partir da descarga metabólica.

Veja também:


 

 

Informações para Formação:


22, Rue Faubourg du Temple
75011 PARIS - FRANCE
tel: 47-00-41-23

voltando ào Conteúdo
linha

Bioenergética

Veja: Informações para Formação:
  • no Rio de Janeiro: SABERJ: Sociedade de Análise Bioenergética do Rio de Janeiro
  • em Recife: Libertas Comunidade
  • em São Paulo: SOBAB: Sociedade Brasileira de Análise Bioenergética & Instituto de Análise Bioenergética de São Paulo
voltando ao Conteúdo
linha

Biossíntese - click here forenglish version

texto de Rubens Kignel
 

BIOSSÍNTESE, significa integração da vida e se refere a processos específicos de auto-formação que guia o crescimento orgânico, desenvolvimento pessoal e a emergência espiritual.

BoadellaBiossíntese foi fundada por David Boadella nos anos setenta, David foi aluno em análise do caráter e vegetoterapia de Dr. Ola Raknes, um companheiro norueguês de Reich. Estudou poesia na Universidade de Londres, neuropsicologia e embriologia na Open University, e trabalhou por muitos anos como tutor em psicologia humanística na Universidade Antioch Internacional. Em 1970 fundou "Energia e Caráter": A revista da Biossíntese. Em 1988 mudou-se para a Suíça e se tornou o diretor de treinamentos em psicoterapia somática no Centro de Biossíntese em Zurich. Em 1989 se tornou o primeiro presidente da Associação Européia de Psicoterapia Corporal.

Em seu livro, "Correntes da Vida", os conceitos centrais da Biossíntese  são colocados e revelam as suas raízes somáticas, psicodinâmicas e bioespirituais. Três correntes da vida formativas de nossas origens embriológicas são vistas como sendo uma matriz integrada, que ilumina muitos níveis e dimensões da experiência humana, e estão  relacionadas ao co-respondente afeto, comportamento e cognição: cisões neuróticas da integração do pensamento, sentimento e ação, que o trabalho terapêutico em biossíntese procura reunificar.
Biossíntese aparece como uma forma diferenciada de terapia em 3 diferentes contextos:

  •     Primeiramente psicoterapia corporal, derivada de W. Reich, se tornou reducionista, e se identificou com manipulações musculares que contrastam com a ênfase de Reich na função do contato na relação. A Biossíntese usando métodos de emergência orgânica,  trabalha com tendências de movimento vinculadas às formas ondulatórias da respiração rítmica, liberando a intencionalidade bloqueada, criando uma forma-fluente que libera novas posturas para a alma.
  •     Em, segundo lugar, o  legado psicodinâmico da análise do caráter se tornou super-limitado aos problemas  na área de transferência, derivadas de traumas passados. A Biossíntese enfatiza, em adição, os recursos humanos latentes dentro do trauma, a função da ressonância  interpessoal, presença orgânica e transmissão de contato no encontro terapêutico.
  •     Em, terceiro lugar, espiritualmente, aproximações do desenvolvimento humano se confundiram com excessos de fenômeno-guruístico, freqüentemente associados com tendências a formar cultos e seitas. A aproximação bioespiritual enfatiza, em contraste, a centralidade da compaixão por outros, enraizadas em um contato claro à necessidade de enraizar as qualidades essenciais de uma pessoa na realidade da existência diária.
Veja também: Informações para Formação:

Escola de Biossintese do Rio de Janeiro

Instituto Brasileiro de Biossíntese:

voltando ao Conteúdo

linha

Crânio-Sacro

Veja:
voltando ao Conteúdo
linha

Orgonoterapia

texto de Denise Dessaune

A orgonoterapia, processo psicoterápico desenvolvido por Wilhelm Reich, (1897-1957) médico psiquiatra e psicanalista, foi a fonte inspiradora de todos os trabalhos congregados, hoje em dia, no título de Abordagens Corporais.

A base é psicanalítica e posteriormente, além da palavra, ele introduziu o trabalho de análise da resistência, através da couraça caracteriológica e a intervenção direta no corpo, na couraça muscular.

O conceito fundamental dentro do pensamento reichiano é a Pulsação, fenômeno que se expressa através dos movimentos de contração e expansão. A possibilidade desses dois movimentos em maior ou menor grau, ou a fixação em um desses dois aspectos determina o conceito de saúde segundo Reich. O livre pulsar energético se expressa em todos os aspectos da vida e a função sexual tem um papel básico no mecanismo regulador dessa economia sexual. Daí se colocar como objetivo da orgonoterapia o restabelecimento do reflexo do orgasmo. Como metodologia a orgonoterapia se propõe a fazer não só com que o paciente se lembre, mas também que experimente com afeto as lembranças conflitivas até então bloqueadas liberando assim a emoção (energia) aí fixada. O aumento progressivo da energia livre possibilita o restabelecimento da pulsação e portanto da saúde física e emocional.

Veja também :


 

 

Informações para Formação:
no Rio de Janeiro: CeReich / CIO / Ernani Trotta / ...
em São Paulo: Instituto Wilhelm Reich do Brasil

voltando ao Conteúdo

linha

Psicologia Formativa

Informações para Formação:

Centro de Psicologia Formativa (Rio de Janeiro)
contato:leilario@ax.apc.org
Bibliografia: Stanley Keleman
Homepages: Centro de Psicologia Formativa , Center for Energetic Studies

voltando ao Conteúdo
linha

Análise Psico-orgânica

texto de Silvana Sacharny

A partir dos trabalhos de Gerda Boyesen, privilegiando sua abordagem através do corpo, Paul Boyesen desenvolveu durante a década de 70 o seu próprio trabalho, a análise psico-orgânica.

Essa linha busca as ligações entre a linguagen verbal, a produção de imagens e os movimentos energéticos no corpo, estabelecendo inter-relações entre a linguagem somática,emocional e mental.

Percorre-se a tríade sentimento-situação-emoção:

  • O sentimento se refere à percepção e à forma do sentir, poder nomear seus afetos e habitar esse sentir.
  • A situação fala de como o indivíduo introjetou o seu vivido, remetendo-se a um corpo subjetivo,fantasmático, ao registro de imagens.
  • A expressão é a capacidade de externar, colocar em cena os afetos, as representações mentais e desta forma reelaborar, redinamizar o que havia cristalizado, paralisado em determinadopadrão de funcionamento.

 

 

Se dá desta forma a pasagem do corpo/objeto sofredor para o corpo/sujeito transformador.

Informações para Formação:

Veja também:

Biodinâmica
European School for Biodynamic Psychology and Erogenetics (em alemão)
Artigo: A relação amorosa - Paul Boyesen
Artigo: As cinco fases do nascimento - Paul Boyesen

voltando ao Conteúdo
linha

Vegetoterapia (Wilhelm Reich)

Veja:
voltando ao Conteúdo
linha

Vegetoterapia Caracteroanalítica (Federico Navarro)

Informações para Formação:

no Rio de Janeiro: EOFeN

voltando ao Conteúdo
linha

Radix

Veja:
voltando ao Conteúdo
linha


Contribuiram para esta página:

Silvana Sacharny tel: (021) 537-4081
Psicóloga pela UFRJ;
Psicoterapeuta formada pela Escola Francesa de Análise Psico-Orgânica;
Especialização em psicologia clínica pela Universidade Sorbonne Paris;
Coordenadora do Centro Brasileiro de Análise Psico-Orgânica.

Análise Psico-orgânica / Massagem Biodinâmica / Conteúdo

Frinea Brandão tel: (021) 225-0562
Psicóloga, psicoterapeuta reichiana, coordenadora do CeReich onde forma terapeutas.
Análise do Caráter / Caráter / Conteúdo

Denise Dessaune
Psicóloga pela UFMG(1974), CRP 05/7250, com especialização no Instituto Wilhelm Reich da cidade do México (1978-82), fundadora e coordenadora do CIO.
Orgonoterapia / Conteúdo

Rubens Kignel
E-mail: rkignel@u-netsys.com.br
Rubens é economista e psicoterapeuta corporal, formado pelo Centro de Biossíntese Internacional de Zurich e pelo Intituto de Psicologia Biodinâmica de Londres, fundador do Japonese Institute for Biosynthesis, membro e representante da Associação Européia de Psicoterapia Corporal e da École de Psychologie Biodynamique Evolutive francesa.
Biossíntese / Conteúdo

 

 Este é um sítio para se compartilhar as fontes da vida: conhecimento, amor e trabalho.
This is a site for sharing love, work and knowledge.